Câmbio 19 Set 2018
Dólar (USD) R$ 4,31 | Euro (EUR) R$ 5,03
Chile

Turismo no Chile

País de gastronomia única, natureza pristina, culturas ancestrais distintas e ricas, e um patrimônio histórico que fazem a viagem uma experiência enriquecedora.

Conheça o Chile

O Chile é um país de disparidades e contrastes. Sua geografia é única: além de possuir território em 3 continentes diferentes (América, Antártica e Oceania), seus 4.300 km de extensão cobrem uma faixa estreita entre a Cordilheira dos Andes e o Oceano Pacífico. Isso faz com que o país tenha paisagens únicas e climas tão opostos. como polar ao sul e desértico ao norte, com uma gama de paisagens naturais que atende a todos gostos, independentemente da época da viagem.

Os marcos já estabelecidos do país – a cidade de Santiago, o Deserto do Atacama e a região dos Lagos no sul – podem ser explorados de forma convencional, mas podem também ter toques personalizados. A gastronomia única, a natureza pristina, as diferentes e ricas culturas ancestrais, o patrimônio e a história do Chile podem ser temas para uma exploração e personalização de viagens que fazem qualquer viagem uma experiência ainda mais enriquecedora.

Pontos turísticos

Ilha de Páscoa

Fascinante, é assim que podemos definir a Ilha de Páscoa. O princípal símbolo da ilha são os moais. Esculturas feitas de pedra vulcânica que podem pesar até 80 toneladas.

A ilha de Páscoa conta ainda com uma paisagem arrebatadora e uma gastronomia rica em peixes e frutos do mar.

O que fazer na Ilha de Páscoa

  • Explorar a cidade a pé ou em passeio de bicicleta é uma opção para contemplar as belezas locais calmamente, ou ainda contratar um passeio para visitação dos vulcões Rano Kau e Rano Raraku.
  • Os mais aventureiros podem contar com atividades de snorkeling e caiaque oferecidos na ilha. 

Santiago

Santiago é uma cidade com inúmeras atrações para se visitar. Museus, bares e convidam o visitante à uma caminhada pela cidade.

O que fazer em Santiago

  • Passeios culturais como o Palácio de La Moneda, a Plaza de Armas e o Cerro Santa Lucía são excelentes opções para os viajantes que gostam de aprender sobre o destino visitado. 
  • O Parque Metropolitano oferece uma gama de atrações que podem ser exploradas, sendo a que mais se destaca é o Zoologico Nacional, inaugurado em 1925. Dentro do parque ainda existem áreas reservadas para um delicioso pique-nique, excelente para um passeio em família.

Atacama

O Deserto do Atacama possui uma das paisagens mais incríveis que o viajante pode encontrar na América do Sul. São planícies de sal, vales, montanhas, neve e mais uma infinidade de belezas que deixam de boca aberta qualquer amante de belezas naturais. 

O que fazer no Deserto do Atacama

  • O Vale da Lua faz jus ao nome e faz o visitante se sentir como se estivesse a pisar em solos lunares. O vale conta com diversas trilhas curtas para explorar o completo. Aproveite para subir as dunas e contemplar o visual local. 
  • O Salar de Atacama é um daqueles destinos indispensáveis. Aqui fica a Laguna Chaxa, onde é possível avistar flamingos vivendo livremente.
  • O Salar de San Pedro é perfeito para uma visita de fim de tarde para assistir o por-do-sol local, um verdadeiro espetáculo natural.

Melhor época para ir ao Chile

Devido à sua extensão, o Chile é um destino que permite diferentes tipos de viagem durante todo o ano. Recomemda-se evitar o verão em Santiago devido ao clima seco e quente. Para conhecer as vinícolas, o ideal é ir de janeiro até março, quando os campos ainda estão coloridos ou há colheita da uva.

De árido no Deserto do Atacama, passando por um clima predominantemente mediterrâneo na zona central do país, chegando a um clima polar com forte umidade no sul do país.


Como ir ao Chile

Localizado na América no Sul, o Chile se estende por 4.300 km entre a Cordilheira dos Andes e a costa do Oceano Pacífico. O país faz fronteira com Argentina, Peru e Bolívia, porém também possui território na Polinésia e na Antártica.

Devido a sua posição geográfica, é possível chegar via ar, mar e terra. O acesso principal, de avião, tem como porta de entrada para os principais voos internacionais, o aeroporto da capital Santiago, Comodoro Arturo Merino Benítez. Entretanto, o país ainda possui seis aeroportos internacionais, em outras cidades, que também são opções de acesso ao Chile.

Via terrestre é possível chegar pelos países vizinhos, como Peru, Bolívia e Argentina e, via marítima, através dos principais portos chilenos, especialmente Valparaíso, onde atracam os cruzeiros.