Câmbio 19 Set 2018
Dólar (USD) R$ 4,31 | Euro (EUR) R$ 5,03
Skyline de Reykjavik, Islândia

Turismo na Islândia

Conhecido como "The Land of Fire and Ice", o país é o lar de algumas das maiores geleiras na Europa, e dos vulcões mais ativos do mundo. Personalize sua viagem!

Conheça a Islândia

A Islândia é um país de contrastes extremos. Conhecida como "The Land of Fire and Ice", a Islândia é o lar de algumas das maiores geleiras na Europa, e alguns dos vulcões mais ativos do mundo. É, também, a terra de luz e escuridão, com longos dias de verão (cerca de 24 horas de sol) em contraste com dias de inverno curtos, com apenas algumas horas de luz do dia. 

Além da capital Reykjavík, moderna e cosmopolita, os centros populacionais são pequenos, com cidades pequenas, vilas de pescadores, fazendas e aldeias agrupados ao longo das margens costeiras. O interior, entretanto, permanece totalmente desabitado e não marcado pela humanidade: o belo deserto de campos de gelo, os planaltos varridos pelo vento, desertos inférteis de lava e cinzas na vastidão gelada de Vatnajökull, a maior geleira da Europa.

A localização da Islândia no cume no Dorsal Meso-Atlântico, também lhe confere uma das áreas com maior atividade vulcânica na Terra, salpicado com um pouco de tudo: ocorrência natural de fontes termais, piscinas escaldantes de lama borbulhante e ruidosas saídas de vapor para uma cadeia de vulcões violentos e imprevisíveis. Entre alguns dos atrativos imperdíveis estão: a Blue Lagoon, caminhada por Hornstrandir, a cratera vulcânica de Askja, o Parque Nacional Skaftafell e o Parque Nacional Þingvellir para ver a aurora boreal e conhecer mais sobre o país.

Qual a melhor época para visitar a Islândia?

Entre meados de junho até agosto, a Islândia recebe o maior número de visitantes, que aproveitam as temperaturas mais quentes para conhecer o país. No entanto, a época escolhida para a viagem é muito importante para que se possa ajustar as expectativas de cada cliente.

As temperaturas baixas afastam visitantes, mas a aurora boral atinge o seu ápice no inverno. A sugestão é visitar entre os meses de setembro a abril, quando as noites são mais longas, aumentando as possibilidades de assistir à este fenômeno natural.

No verão, entre os meses de maio e agosto, os dias são mais longos, gerando o fenômeno conhecido como o sol da meia noite. Devido à esta claridade, não é possível ver a aurora boreal nestes meses.

Escolher a visita no outono, primavera e inverno pode ser uma boa opção para quem está buscando preços mais baixos em acomodações e passagens aéreas.


Principal cidade e atrações para visitar na Islândia

Reykjavik

Capital do país, Reykjavik é conhecida por ser uma cidade pequena, porém sua atmosfera amigável recompensa a visita. Há muito que se fazer na cidade, incluindo seus museus, edificações famosas ou mesmo apenas sentar-se em um café e observar os islandeses conversando entre si.

Casa do Parlamento

Uma estrutura clássica do século XIX, construída em 1881. O Parlamento Islandês é chamado de Althingi. Próximo ao parlamento está a Catedral de Reykjavik, sede do bispado islandês.

Harpa

Teatro para conferências e concertos, está localizada no porto de Reykjavik. A estrutura é revestida de aço com painéis de vidro coloridos.

Hallgrimskirkja

Igreja, localizada no topo de uma colina, com torres de 75 metros de altura, onde do alto é possível desfrutar de uma bela vista panorâmica da cidade de Reykjavik.