Câmbio 18 set 2020
Dólar (USD) R$ 5,48 | Euro (EUR) R$ 6,48
But o

Pacote Butão Cultural

Thimphu, Punakha, Gangtey, Jakar, Paro

Um roteiro repleto de experiências em um país que encante pela sua cultura, natureza e receptividade do seu povo.

Melhor época para visitar

1º DIA: Thimphu
Desembarque no aeroporto de Thimphu e traslado ao hotel passando pelas zonas rurais da cidade. Acomodação por 2 noites, com café da manhã.

Depois do check-in, passeio pela capital do Butão, começando pelo Memorial Chorten, com suas torres douradas. Erguido pela avó real, Ashi Phuntsho Choden, em memória de seu filho, contém uma bela coleção de estátuas budistas e é um centro do budismo tântrico. Em seguida, visita ao Museu Têxtil, co-fundado por Melinda Gates, exibindo tecidos e artefatos antigos pertencentes a várias tribos do país.

Tempo livre para explorar a rua principal, aproveitado para fazer compras em uma de suas diversas lojas de artesanatos.


2º DIA: Thimphu
Após o café da manhã, caminhada na zona rural do Butão, através de florestas de pinheiros, até o Mosteiro do Tango, fundado por Lama Galway no século XII. A caminhada oferece excelentes vistas do vale de Thimphu.

Retorno ao hotel na hora do almoço ou, alternativamente, é possível organizar um piquenique (opcional, não incluso).

À tarde, visita a Changangkha Lhakhang, o templo em forma de fortaleza empoleirado em uma cordilheira acima de Thimphu. Estabelecido em um local escolhido pelo Lama Phajo Drugom Zhigpo (creditado pela introdução das danças de máscara do Tibete), o templo é dedicado a Avalokiteshvara, a emanação budista de compaixão. Perto está a estátua de Buda Dordenma de Shakyamuni, medindo mais de 50 metros, feita de bronze e ouro e localizada no ponto mais alto.

Em seguida, visita ao convento de Drubthob Goemba, ou Zilukha, o maior do Butão, com a oportunidade de testemunhar mulheres monges em suas rotinas diárias. Antes de retornar ao hotel, parada na fortaleza medieval Tashichho Dzong.


3º DIA: THIMPHU - Punakha
Depois do café da manhã no hotel, traslado terrestre até Punakha, em uma viagem de aproximadamente 3 horas de viagem. Logo após deixar Thimphu, visita à Simtokha Dzong, a fortaleza mais antiga construída em 1629 por Shabdrung Ngawang Namgyal, o responsável pela unificação do Butão. O local serviu como um centro administrativo e, atualmente, é uma escola de idiomas onde se ensina Dzongkha, o idioma nacional, e inglês.

Continuação da viagem através do Dochula Pass, com suas estupas e bandeiras de orações. Dochula Pass, passagem montanhosa nos Himalaias, oferece uma linda vista das montanhas em dias de sol.

Após a parada para o almoço (não incluso), visita ao santuário de Chimi Lhakhang, que foi construído pelo grande Lama Drukpa Kinley em 1400. Este templo, especialmente reverenciado pelas mulheres por seus poderes de fertilidade, é um ponto de peregrinação popular para os butaneses. Visita à fortaleza monástica Punakha Dzong, construída em 1637 na confluência dos rios Pochu (masculino) e Mochu (feminino).

Na chegada a Punakha, check-in no hotel e acomodação por 2 noites, com café da manhã.


4º DIA: PUNAKHA
Café da manhã no hotel.

Pela manhã, rafting pelos rios cristalinos alimentados pelo derretimento glacial do Himalaia Oriental, passando pelo rio Pho Chu ou Mo Chu. Retorno ao hotel para o almoço (não incluso).

À tarde, tempo livre para aproveitar algumas atividades opcionais (não inclusas), como tratamentos no spa ou caminhadas por arrozais até a bela Khamsum Chorten, que oferece vistas deslumbrantes do vale de Punakha.


5º DIA: PUNAKHA - GANGTEY
Café da manhã no hotel e manhã livre. Após o almoço, traslado terrestre de aproximadamente 3 horas até Gangtey, passando pelo vale glacial nas encostas ocidentais das Montanhas Negras, na fronteira com um parque nacional.

As próximas 2 noites são no Gangtey Goenpa Lodge, em um local remoto, com vistas deslumbrantes do vale abaixo e do Mosteiro Gangtey Goenpa. Inclui café da manhã.


6º DIA: GANGTEY
Após o café da manhã, uma caminhada tranquila até a zona rural do Butão, ao longo do córrego Khewa Chu, serpenteando pelo vale de Phobjikha. Da vila de Khewa, a trilha leva por prados abertos até o templo Khewa Lhakhang, construído no século XIII. Parada em uma fazenda tradicional para um piquenique.

No final da tarde, visita ao Black-Necked Crane Center para conhecer os ninhos e criadouros dessa espécie reverenciadas na cultura butanesa. No início e término de cada estação entre outubro e março, esses pássaros migratórios circulam no ar três vezes, acreditando ser uma forma de gratidão por comida e abrigo durante a estadia.

O passeio termina no mosteiro Gangtey Goempa que, aninhado em uma pequena colina que se ergue do fundo do vale, é o único mosteiro Nyingmapa no lado oeste do vale Gangtey da Montanha Negra e também o maior do tipo no Butão. O mosteiro é cercado por uma grande vila habitada principalmente por famílias Gomchens, que cuidam do local.


7º DIA: GANGTEY - JAKAR
Café da manhã no hotel e saída com destino a Trongsa, passando por Pele La Pass, a 3390 metros, cercado pelo Parque Nacional da Montanha Negra. No caminho, visita ao santuário local na vila de Chendebji, inspirado no famoso Swayambhunath Stupa, de Katmandu, no Nepal.

Visita à fortaleza Trongsa Dzong, com suas magníficas obras da arquitetura tradicional do Butão. Este também é o antigo lar da família real do Butão. Acima do Dzong, estão três torres de vigia conhecidas como Ta Dzong.

A viagem continua através da passagem de Yotong-La e desce por uma espessa faixa de coníferas até o amplo vale de Gaytsa. Antes de chegar a Jakar, uma breve parada na vila de Zungney, famosa por sua tradicional escultura em madeira e a "yatra", uma lã tecida à mão com padrões específicos e desenhos geométricos.

Acomodação em Jakar por 3 noites, com café da manhã.


8º DIA: JAKAR
Café da manhã no hotel. Dia dedicado a explorar esta interessante província, visitando  o mosteiro Kurjey Lakhang, a fortaleza Jakar Dzong e o Palácio Wangdichholing.

Kurjey Lhakhang recebeu o nome de uma impressão corporal na rocha feita pelo mestre tântrico Guru Rinpoche enquanto meditava lá. A impressão é preservada em uma caverna no mais antigo dos três edifícios que compõem o complexo do templo. Abaixo do teto do primeiro templo, construído em 1652, está a figura de um leão branco nas garras de um Garuda - representando a luta do Guru com o demônio local Shelging Karpo. Os butaneses rastejam através de um estreito túnel rochoso na entrada do piso inferior para "deixar seus pecados para trás". No andar superior, há mil estátuas de Guru Rinpoche.

Visita ao Jakar Dzong, construído para comemorar a derrota da invasão tibetana em 1644, é conhecido como “o castelo do pássaro branco”; e ao Palácio de Wangdichholing, construído pelo primeiro rei do Butão, em uma área cercada por pomares de macieiras e pereiras.

No final da tarde, existe a opção de visitar a cidade de Bumthang.


9º DIA: JAKAR
Após o café da manhã, passeio ao vale de Ura, com suas encostas arredondadas, pastagens ricas e campos vastos, com uma das aldeias mais interessantes do Butão. A viagem em si é através de florestas de pinheiros azuis, com vistas dos vales de Choskar e Chhumey. A vila, dominada por um mosteiro comunitário, é um aglomerado de casas, conectadas por becos pavimentados de pedra, uma visão rara no Butão. Visita à casa de moradores para conhecer o estilo de vida da região central do Butão.


10º DIA: JAKAR / PARO
Café da manhã no hotel e traslado ao aeroporto para embarque a Paro. Traslado ao hotel e acomodação em Paro por 2 noites, com café da manhã.

À tarde, passeio com visita à uma fazenda típica do Butão, para conhecer o seu estilo de vida único e práticas culturais que pouco mudaram ao longo dos anos. Mais tarde, visita à Paro Dzong, ou Rinpong Dzong. De pequeno forte no início do século XV, hoje o Dzong é a sede administrativa do distrito de Paro, incluindo a comunidade monástica estadual com cerca de 200 membros. A torre central e as galerias estão entre as mais bonitas do Butão, com suas excelentes obras em madeira e pinturas clássicas da cosmologia budista, representando o universo visto por duas correntes filosóficas diferentes.

Travessia do Rio Paro pela a tradicional ponte de madeira coberta, Nyamai Zam. Em tempos de guerra, essa ponte era removida para proteger o Dzong.

De volta a Paro, caminhada pela rua principal. Uma oportunidade de interagir com os butaneses locais e visitar suas pequenas lojas.


11º DIA: PARO
Logo após o café da manhã, caminhada até o Monastério de Taktshang, popularmente conhecido como o "Ninho do Tigre", que está em cima de uma falésia com vista para o vale de Paro. Este é um dos lugares mais sagrados do Butão, visitado por budistas pelo menos uma vez na vida. A subida inicial ocorre ao longo de uma trilha de mulas, passando por florestas de pinheiros, enfeitadas com bandeiras de oração. A subida é íngreme; portanto, em rota, pode-se parar para refrescos em um café.

Tarde livre.


12º DIA: PARO
Café da manhã no hotel e traslado ao aeroporto de Paro.

NESTE ROTEIRO INCLUI:
- Passagem aérea no trecho Jakar / Paro (franquia: 1 mala de 20kg por pessoa), em classe econômica;
- Acomodação por 2 noites em Thimphu, com café da manhã;
- Acomodação por 2 noites em Punakha, com café da manhã;
- Acomodação por 2 noites em Gangtey, com café da manhã;
- Acomodação por 3 noites em Jakar, com café da manhã;
- Acomodação por 2 noites em Paro, com café da manhã;
- Traslados privativos durante todo o roteiro;
- Passeios privativos com guia em inglês, conforme roteiro;
- Seguro viagem;
- Seguro cancelamento;
- Kit de viagem.


NESTE ROTEIRO NÃO INCLUI:
- Passagem aérea;
- Taxas de embarque;
- Encargos de transferência bancária referente pagamento ao fornecedor estrangeiro;
- Despesas com documentação e vistos consulares não mencionados;
- Passeios opcionais;
- Refeições não mencionadas como não incluídas;
- Bebidas;
- Antecipação no horário de chegada (early check-in);
- Prorrogação no horário de saída (late check-out);
- Gorjetas para carregadores de malas nos aeroportos e hotéis;
- A tradicional gorjeta ao guia e/ou motorista, a critério de cada passageiro;
- Extras de caráter pessoal como: lavanderia, telefonemas, bebidas alcoólicas, alimentação extra, gorjetas, consumo de minibar e tudo que não estiver mencionado como incluído no roteiro.

deslize para ver os preços

Valores indicados em moeda estrangeira devendo ser considerada a cotação publicada em nosso site no dia do pagamento.

preços parte aérea doméstica no Butão e terrestre, por pessoa, a partir de
categoria luxo
CidadeHotelQuartoIncluiDuplo
ThimphuTaj Tashi ou similarStandard RoomCafé da manhãSob consulta
PunakhaDhensa Boutique Resort ou similarStandard RoomCafé da manhã
GangteyGangtey Goenpa LodgeStandard RoomCafé da manhã
JakarAmankoraStandard RoomCafé da manhã
ParoCOMO Uma ParoStandard RoomCafé da manhã

- Valores sujeitos à alteração sem aviso prévio e sujeitos à disponibilidade e confirmação mediante solicitação de reserva.
- Os valores informados NÃO são válidos para períodos festivos e de grandes eventos nas cidades, incluindo Natal e Réveillon.

deslize para ver os preços

- Sinal de USD 200 ou USD 300 por passageiro* para a solicitação das reservas, se o embarque for pelo menos 60 dias ou mais. Pagamento à vista, com boleto bancário ou transferência bancária eletrônica.

- Entrada de 25% do valor do pacote, descontando o valor do sinal pago. Pagamento à vista, com boleto bancário ou transferência bancária eletrônica.

- Saldo em até 10 vezes sem juros com cartões de crédito Visa, Mastercard, Diners, Elo e American Express. Ou à vista com boleto bancário ou transferência bancária eletrônica.

* Se envolver hotéis ou serviços que estejam dentro do período não reembolsável em caso de cancelamento, pode ser solicitado valor superior com pagamento em transferência bancária eletrônica.

RESERVA:
Para a solicitação das reservas solicitamos um sinal de USD 200 (duzentos dólares) por passageiro. Caso a reserva não se confirme e as opções oferecidas não sejam aceitas, o sinal será reembolsado. Em caso de cancelamento por parte dos clientes, com o roteiro confirmado de acordo com o cotado, o sinal não é reembolsável.

A entrada de 25% do valor do pacote deve ser paga 24 horas após enviada a confirmação das reservas, descontando o sinal.

Em caso de desistência por parte do passageiro após a confirmação das reservas, será feito o cálculo de eventuais multas de hotéis e serviços, usando o valor da entrada para cobertura das mesmas.

Para reserva de viagens em feriados internacionais, por exemplo Natal e Réveillon, ou quando fornecedor condicionar, o sinal e a entrada de 25% do pacote serão cobrados de uma vez.

Os valores indicados nos pacotes estão em moeda estrangeira devendo ser convertidos para Reais (R$) com base na cotação publicada em nosso site no dia do pagamento.


Alterações:
Mudanças após confirmação total será cobrada multa de US$ 100,00 + multa de hotéis, empresas aéreas e outras empresas envolvidas quando vigentes.

Caso a passagem já tenha sido emitida, as penalidades e multa das companhias aéreas envolvidas estarão vigentes também.


Condições de cancelamento:
- Parte terrestre:
Até 45 dias antes do início da viagem: 10% do valor do pacote por pessoa de taxas administrativas e eventuais multas dos fornecedores envolvidos conforme condições contratuais. Caso a passagem já tenha sido emitida, as penalidades e multa das companhias aéreas envolvidas estarão vigentes também.

De 44 a 31 dias antes da viagem: perda de 30% (trinta por cento) sobre o valor total do pacote.

De 30 a 16 dias antes da viagem: perda de 50% (cinquenta por cento) sobre o valor total do pacote.

Menos de 15 dias antes do inicio da viagem: perda de 100% (cem por cento) do valor total do pacote, independente dos motivos apresentados pelo passageiro.

- Parte aérea:
As tarifas aéreas usadas nos pacotes têm condições restritas e muitas vezes não reembolsáveis. Em caso de cancelamento a multa varia de 25% a 100% do valor pago dependendo da companhia aérea e das condições da tarifa aplicada.